Neste blog, poderão ser consultados dados, informações sobre os meus livros publicados e visionados os meus videopoemas.

terça-feira, 17 de setembro de 2013

PARDALITO

Do meu livro "As Noites e os Dias", 
recém publicado, o poema, Pardalito:
 .
Quanto, pardalito,
comungas do meu tempo!
 .
És meu irmão no espaço duma vida
- a minha e a tua vida -,
no tempo que é o nosso.
 .
Por isso somos irmãos irrepetíveis
no espaço do tempo
que o tempo dá às nossas vidas.
 .
Por isso, irmão,
de todos os que vivem o espaço que é o nosso,
eu te pertenço e me pertences
e tudo nos pertence
 .
porque a todos pertencemos
à terra ao mar e ao vento
 .
do tempo e do espaço do tempo
irrepetível
que é nosso! 
.
E agora veja como ficou o vídeo, sobre o poema!
.